quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Técnica e Comunicação

por Teo Oliver


Quando o músico compõem com sentimento, com verdade, ele se mostra para o público, se deixa conhecer, como se estivesse em uma entrevista, respondendo perguntas, contando historias, se comunicando.

Chega um momento que quando bem treinados e experientes, todos eles se igualam ou se aproximam na técnica, cada um do seu jeito, mas todos equivalentes.

Dai, percebe-se que o prazer de ouvir música não esta na técnica do músico, muitas vezes nem mesmo na própria musica como um todo. Mas sim nas nuances que cada músico traz na execução.

Por exemplo, muitos pianistas conseguem tocar as grandes obras da musica erudita ou jazz perfeitamente. Ao compara-los tocando, é difícil perceber a diferença.

…Mas elas existem.

...Existem na dinâmica de cada som, nos tempos de cada nota, por mais que a partitura seja respeitada, nunca são os mesmos. Mesmo sendo difícil para nossos ouvidos quantizar e qualificar essas diferenças, nós as sentimos. E é assim que, muitas vezes, a beleza da música verdadeiramente se mostra...no músico. Essa é uma das partes mais interessantes da música.

O problema está na dificuldade em perceber essas nuances.

Talvez, porque nossos ouvidos não estão treinados ou por que são poucos os músicos que de verdade usam a música para se comunicar, que tem verdade e significado por trás de cada nota.

Foto: Pianist By Joe Shlabotnik

0 comentários: