quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

O que Super Mario Bros. e Vivaldi tem em comum?

por Teo Oliver

Vivaldi, por ter muitos temas parecidos, já foi acusado de ter escrito centenas de vezes a mesma música. Mas a sua genialidade se mostra justamente na forma como desenvolvia esses temas. O que poderia parecer falta de recurso na verdade é o exceso dele. Apesar de todas as críticas que recebeu, o talento de Vivaldi é inegável...

Koji Kondo, compositor muito conhecido por ter feito as trilhas da serie de jogos do Mario e Zelda, assim como Vivaldi, explora o mesmo tema musical a fundo, se utilizando de muitas formas de variações e soluções. Por exemplo no jogo Super Mario World, Kondo vai de maior para menor, passa de um Ragtime para uma Valsinha, muda os arranjos de acordo com o que narrativa pede, demonstrando um domínio musical impressionante. Com muito bom gosto, ele envolve o jogador causando diferentes reações, enriquecendo a experiencia do jogo.

Kondo assim como Vivaldi soube usar seu dominio harmônico e melódico para construir uma obra monumental.

Na música erudita, é normal (se não fundamental) que dentro da mesma peça exista justamente esse tipo de variação como às vistas ao longo do jogo.

No video abaixo, é possível ver e entender como soam e ocorrem essas variações. Talvez, a partir da análise de uma trilha sonora que todos nós conhecemos, fica mais facil entender outras composições clássicas que muitas vezes achamos chatas, nos convidando a ouvi-las com outros ouvidos.




Bônus:

Umas das composições mais famosas e bonitas de Vivaldi: Winter/Inverno de As Quatro Estações.

1 comentários:

Anônimo disse...

Muito boa análise e o video sobre o tema do Mario ta MUITO BOM.