sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Léo Versolato - Canto De Rei



Música: Léo Versolato
Letra: Daniel Costa

Num contrapé
A cambelear
Sem ver, se contrariou

Desatinou
Sem querer, se desfigurou.

Foi aclamado
Pela ralé, o rei
Nem se coroou

Moço, num viés
O rapaz vingou

E foi cair sem querer
Num complô
Desconfiado, a temer
Se trancou
Com os trejeitos
De quem hesitou
Na sorte deu
De primeira

Quando saiu
Deu pra ver que dançou
Atravessou num clarão
Se lançou
E cada voz que ouviu

Procurou
A vez chegou, o rapaz
pegou

Vê, senhor
Já pode escutar quem sou,
Pois há de haver, doutor
Algum outro lugar e eu
vou

A própria voz gritou
Pois vale arriscar, senhor
Avise a quem chegou
E pode acreditar, doutor

Quem lá ficou
Gente na lida, coro de reis
se foi
Cada ferida, o orgulho de
quem lutou
Fim da fronteira, irmão
que não se entregou. Vou
contar, senhor
Luz na escória, grito e
vitória, glória de quem não
se calou

0 comentários: